Juninho

Entrevista concedida em 04/06/2013

Voltar

 
Por Anderson Brito
@AndersonBrito9

Dando sequência ao projeto que tem como objetivo fazer com que o torcedor Palmeirense conheça um pouco mais sobre nossas promessas das categorias de base, o
Palmeiras Todo Dia conversou com o meia-atacante Juninho, destaque do sub-20.
 
O talentoso jogador de 17 anos é tido como uma das maiores promessas da base alviverde, e em seu primeiro ano de juniores já carrega a responsabilidade de vestir a camisa 10 do Verdão no campeonato paulista da categoria. E neste início de temporada não tem decepcionado, foram dois gols e uma assistência, nos três primeiros jogos disputados.

Juninho nasceu em Rio das Pedras, município do interior de São Paulo, na região de Piracicaba. O jovem jogador falou sobre seu início no futebol, sua participação na Copa São Paulo deste ano, entre outros assuntos.

Confira como foi o bate papo com nossa promessa:

Você sempre sonhou em ser jogador de futebol?

Sempre sonhei, desde criança gostei de futebol e quando comecei a entender já pensava em ser jogador. Graças a Deus estou conseguindo realizar, sei que ainda falta muito e vou continuar batalhando por esse sonho.

Com quantos anos chegou ao Palmeiras?

Cheguei ao Palmeiras em 2011, com 15 anos de idade.

Jogava em qual clube? Passou por algum teste?

Passei pela União Barbarense e Rio Preto antes de chegar ao Verdão. Fiz uma semana de avaliação no final de 2010 e fui aprovado. Em fevereiro de 2011 me apresentei.

Qual foi a sua reação ao saber que jogaria em um clube grande como o Palmeiras?

Uma felicidade imensa. Fiquei sem ação, demorei a acreditar que jogaria em um clube tão grande e vitorioso.

Para os Palmeirenses que ainda não te conhecem, fale um pouco sobre suas características de jogo.

Sou um meia-atacante com boa velocidade e habilidade. Procuro sempre ser objetivo nas jogadas, criar situações de gol para os companheiros e também finalizar algumas jogadas. Costumo finalizar bem e marcar alguns gols.

Quem são seus ídolos no futebol?

Admiro muito o Ronaldinho Gaúcho e o Neymar. Jogam um futebol bonito com muita habilidade. Sempre partindo para cima dos adversários.

Em 2011 você foi campeão brasileiro e paulista sub-17, como foi ganhar dois campeonatos em seu primeiro ano de Palmeiras e de categoria juvenil?

Foi muito bom, eu tinha 15 anos e já pude comemorar dois títulos no primeiro ano de clube, foi maravilhoso. No primeiro jogo da final do Paulista, entrei no final e marquei o gol da vitória contra o Santos. O grupo era muito bom.

Daí que veio sua fama de talismã?

Sim, você (Anderson Brito) sabe bem, pois acompanhou a campanha toda e me deu esse apelido (risos). E durante a Copa São Paulo deste ano isso foi lembrado quando novamente entrei e marquei um gol.

Falando nisso, este ano você disputou sua primeira Copa São Paulo de Futebol Júnior, como foi essa experiência?

Foi uma experiência muito boa, aprendi muito com os companheiros mais experientes e com o professor Narciso que confiou e me levou para a competição mesmo sendo bem novo. Ficamos tristes porque não conseguimos o título, faltou pouco e o apoio da torcida foi fantástico. (Juninho foi o jogador mais novo do Palmeiras entre os que foram para a Copinha, ao lado do goleiro Léo, ambos com 17 anos)

Você tem idade para disputar mais duas edições da Copinha, já pensou nessa possibilidade?

Já pensei sim, vou tentar fazer um bom trabalho nessa temporada para ter a oportunidade de disputar novamente. Vamos lutar muito para dar esse título inédito para o Palmeiras.

Você é o camisa 10 da equipe sub-20 do Palmeiras, mesmo sendo seu primeiro ano na categoria. Qual o peso dessa responsabilidade?

Sei que a responsabilidade é grande e tenho que continuar trabalhando forte para cada vez mais evoluir. O número da camisa não é o mais importante e sim poder ter a confiança do treinador e fazer o melhor junto com meus companheiros.

Como está sendo esse início nos juniores?

Estamos em início de trabalho e pegando a forma de jogar do professor Diogo (Giacomini). Uma coisa que tem ajudado é o entrosamento com vários jogadores que subiram do juvenil comigo e alguns companheiros de 2011 que subiram ano passado.

E a equipe principal, tem acompanhado essa batalha em busca do retorno à elite do futebol brasileiro?

Tenho sim, mas só consegui ver um jogo ao vivo porque tivemos jogos nos dois sábados quase ao mesmo tempo. Mas acredito muito no time, tenho certeza que ano que vem estaremos de volta à primeira divisão.

E quais os planos para o futuro?

Quero fazer uma boa temporada no sub-20 e quem sabe ter uma oportunidade na equipe principal.

Já se sente preparado para essa oportunidade?

Sei que preciso melhorar e evoluir muito, mas se pintar a oportunidade farei de tudo para corresponder.

Deixe um recado para a fanática torcida do Verdão.

Gostaria de dizer que sei o quanto a torcida do Palmeiras é apaixonada pelo time e que tenho muito orgulho em vestir essa camisa. Quero convidar a todos para comparecerem aos jogos do sub-20 para dar aquele apoio para a molecada. (O Palmeiras tem mandado seus jogos no estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari).
 
acesso rápido
 
 
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!