Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 16/04/2018 - 21:56h.
Palmeiras estreia no Brasileirão com empate diante do Botafogo, no Rio
Time de Roger Machado sai na frente mas deixa a vitória escapar após mais uma falha feita do sistema defensivo.

Com Willian no lugar de Borja, desfalque em função de dores no joelho, o Verdão iniciou o jogo tomando um susto: logo aos 3 minutos Léo Valência cruzou na cabeça de Rodrigo Lindoso, que subiu livre e escorou para fora. Aos 5 veio a resposta: Keno recebeu pela esquerda e levantou sob medida para Willian, que só não correu para o abraço porque Gatito Fernández fez grande defesa.

O jogo parecia promissor. Aos 13 minutos Lucas Lima enfiou para Diogo Barbosa, que cruzou forte demais para Willian. Após esse lance, porém, o Botafogo percebeu que a melhor forma de se defender seria oferecer a posse de bola ao Palmeiras. Por torturantes 16 minutos o time de Roger Machado ficou trocando passes do meio-campo para trás sem conseguir articular uma jogada sequer.

Com o Palmeiras neutralizado, a partir dos 30 minutos os mandantes colocaram em prática outra tática: apertar a saída de bola. E deu parcialmente certo. Até os 35 minutos foram 4 finalizações, todas oriundas de erros de passe, como a última: Lucas Lima vacilou, Rodrigo Lindoso recebeu na entrada da área e chutou com perigo, à esquerda de Jailson.

Nos últimos 10 minutos da etapa inicial o Botafogo diminuiu a intensidade na marcação e a partida voltou ao patamar anterior, ou seja, com o Verdão com a bola mas sem saber o que fazer com ela.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com Guerra no lugar de Lucas Lima, e o venezuelano entrou querendo mostrar serviço. Aos 8 minutos Keno enfiou para Dudu, que ganhou do zagueiro na velocidade; já dentro da área o camisa 7 protegeu a bola e percebeu a passagem de Guerra, que recebeu e tocou com categoria no contrapé do goleiro: 1 a 0.

Aos 11 minutos Dudu fez boa jogada pela direita, tocou para Guerra que de primeira deixou para Willian; o camisa 29 girou pra cima da marcação e chutou em cima de Gatito. Aos 12 Leandro Carvalho agrediu Guerra com um chute e nem cartão amarelo recebeu.

Melhor em campo, o Verdão perdeu outra oportunidade para ampliar aos 16 minutos num contra-ataque puxado por Dudu, que tinha duas opções de passe: Willian ou Guerra; o capitão tocou para Willian, que chutou fraco, nas mãos do goleiro. O Botafogo só foi responder aos 19 minutos num escanteio cobrado por Léo Valência que Matheus Fernandes desviou para fora.

Cansado, Willian deixou a partida aos 24 minutos; Deyverson entrou em seu lugar. Aos 31 Roger trocou Bruno Henrique por Moisés. Do outro lado Alberto Valentim também promoveu alterações, deixando sua equipe mais ofensiva. Aos 32 minutos, após levantamento na área, Jailson dividiu com Rodrigo Pimpão e a bola sobrou para Kieza, que furou.

O destino, porém, não sorriu duas vezes para o Verdão. Aos 36, em jogada parecida, Igor Rabello primeiro ganhou de Felipe Melo e depois furou, mas Thiago Martins preferiu de proteger do chute ao invés de atacar a bola, que sobrou limpa para o zagueiro dessa vez acertar a bola e o alvo: 1 a 1.

Após empatar, o time da casa se lançou com tudo em busca da virada, deixando muitos espaços para o Palmeiras contra-atacar, mas nas vezes em que isso aconteceu os jogadores fizeram a escolha errada na hora do último passe ou pecaram na conclusão. E foi só. Com o empate na estreia do Brasileirão a equipe chega a 3 jogos seguidos sem vitória.

Na próxima rodada o Palmeiras receberá o Internacional. O jogo está marcado para 16h de domingo (22/04), no Pacaembu.

Notícias relacionadas:

- Notas de Botafogo 1 x 1 Palmeiras
- Ficha técnica de Botafogo 1 x 1 Palmeiras

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!