Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 20/01/2019 - 20:56h.
Com gol de Borja, Palmeiras estreia no Paulistinha empatando com o Red Bull fora de casa
Colombiano foi o autor do primeiro gol do Verdão na temporada; Felipão utilizou apenas 1 reforço.

Com Thiago Santos e Felipe Melo formando a dupla de volantes, Scarpa de ponta e Borja no comando de ataque, o Verdão iniciou o jogo num ritmo cadenciado. O Red Bull aproveitou e finalizou duas vezes em menos de dez minutos. Na primeira tentativa Everton bateu prensado e a bola morreu nas mãos de Weverton. Pouco depois Pio arriscou de longe, com estilo, à direita do goleiro Palmeirense.

O Palmeiras só foi responder aos 13 minutos, e foi fatal: Scarpa cruzou da direita na cabeça de Borja, que concluiu como manda o manual, forte e para o chão: 1 a 0. A frente no placar, o time do técnico Luiz Felipe Scolari esboçou assumir o controle da partida, mas logo os mandantes retomaram.

Aos 27 minutos Everton cobrou falta, seu quase xará não segurou mas na sobra Luan afastou o perigo. Aos 34 ninguém de verde parou uma rápida troca de passes do Red Bull pelo lado direito do ataque que terminou com Thiago Santos afastando nos pés de Jobson, que já de dentro da área mandou no ângulo direito de Weverton: 1 a 1.

O empate da equipe de Campinas fez o Verdão imprimir um ritmo mais intenso no jogo. Aos 37 minutos Dudu ganhou em velocidade da defesa e cruzou para Borja, que girou e bateu com desvio, para fora. O escanteio não resultou em nada. Aos 40 Dudu e Scarpa tabelaram, o camisa 7 finalizou, o goleiro espalmou mas no rebote Borja, atrapalhado por um zagueiro, não conseguiu conferir. Foi o último lance do primeiro tempo.

O Palmeiras voltou para a etapa final com duas alterações, Bruno Henrique no lugar de Felipe Melo, e o estreante Felipe Pires na vaga de Scarpa. As mudanças buscavam deixar o time mais ofensivo, mas foi o Red Bull que começou melhor, conseguindo três escanteios seguidos em dois minutos, todos neutralizados pelo sistema defensivo alviverde.

A resposta do Verdão veio aos 5 minutos: Bruno Henrique lançou Felipe Pires que escorou de cabeça para Borja balançar a rede, mas o gol foi corretamente anulado porque Pires estava impedido quando recebeu de Bruno Henrique. Aos 13 minutos Osman arriscou de longe e errou o alvo.

Na metade do segundo tempo Felipão queimou a última alteração a que tinha direito trocando Borja por Deyverson. A torcida Palmeirense, presente em grande número ao Moisés Lucarelli, vibrou com a substituição. Aos 28 minutos um susto: após a bola sobrar dentro da área, Aderlan chutou, a bola desviou em Gómez e quase encobriu Weverton.

Com os dois times cansados, os últimos 15 minutos foram em ritmo lento, mas de algumas oportunidades de gol. O Red Bull chegou aos 40 com Pio numa cobrança de falta que Weverton espalmou. Aos 43 o Palmeiras devolveu na mesma moeda com Dudu; a cobrança do camisa 7 desviou na barreira. Aos 44 Bruno Henrique cruzou e Luan errou na conclusão de cabeça.

Nos 4 minutos de acréscimo o Verdão ainda teve a chance de sair vitorioso quando Dudu levantou para Deyverson resvalar de cabeça e parar em boa defesa do goleiro, ignorada pelo arbitragem que marcou tiro de meta. Assim foi a estreia do Palmeiras no Paulistinha, somando 1 ponto.

Quarta-feira (23/01), às 21h, o Palmeiras faz o primeiro jogo em casa na temporada. O adversário será o Botafogo.

Notícias relacionadas:

- Notas de Red Bull 1 x 1 Palmeiras
- Ficha técnica de Red Bull 1 x 1 Palmeiras

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!