Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 30/03/2019 - 19:52h.
VAR desmarca pênalti em Dudu, e Palmeiras empata sem gols com o São Paulo no Morumbi
Arbitragem da FPF volta a prejudicar o Verdão; resultado deixa vaga na final do estadual em aberto.

Com praticamente o mesmo time que derrotou o Novorizontino, o Verdão iniciou o jogo trabalhando melhor a bola que o São Paulo. Aos 4 minutos a primeira finalização: Scarpa arriscou de fora da área após jogada ensaiada em cobrança de falta, mas errou o alvo. Aos 7 uma bela troca de passes entre Scarpa, Deyverson e Goulart terminou com o camisa 11 chutando por cima do travessão.

O time da casa foi finalizar pela primeira vez apenas aos 14 minutos, e com perigo: Everton Felipe bateu colocado buscando o ângulo esquerdo de Weverton e viu a bola passar muito perto. A resposta do Palmeiras não demorou: aos 22 minutos Dudu soltou a bomba de longe e a bola explodiu no trave.

O jogo era lá e cá. Aos 27 minutos Lizieiro passou por Marcos Rocha e cruzou para Pablo resvalar de cabeça; a bola quicou no travessão e saiu. Aos 31 Weverton errou na saída de bola, Bruno Henrique se atrapalhou e o São Paulo quase abriu o placar com Reinaldo, que bateu com o pé ruim, para fora.

Aos 33 minutos Dudu voltou a mostrar boa pontaria num chute de fora da área, dessa vez exigindo ótima defesa de Tiago Volpi. Não deu tempo para o time de Felipão se empolgar. Aos 34 a bola sobrou para Pablo e ele bateu com muito perigo; Weverton tirou com os olhos.

O Palmeiras poderia ter aberto o placar aos 37 minutos, quando Reinaldo empurrou Dudu dentro da área, em pênalti claro assinalado por Vinícius Furlan, mas pressionado pelos jogadores do São Paulo (e talvez por algum tutor da FPF) o árbitro recorreu ao VAR e anulou.

A polêmica paralisou o clássico por 5 minutos. Quando foi reiniciado, o Verdão continuou um pouco superior e criou uma boa chance aos 45: Scarpa cruzou para Deyverson desviar de primeira, para fora. Foi o último lance de perigo da etapa inicial, que teve apenas 2 minutos de acréscimo. Bizarro.

O São Paulo iniciou o segundo tempo tomando a iniciativa. Aos 2 minutos Igor Gomes arriscou da entrada da área, por cima. Aos 7 o rival abriu o placar, mas o árbitro não tinha como validar porque Bruno Alves montou nas costas de Marcos Rocha antes de escorar de cabeça após cobrança de escanteio.

Aos 15 minutos Victor Luis pediu substituição em função de uma torção de tornozelo que sofreu aos 5, numa dividida com Antony. Diogo Barbosa entrou em seu lugar. Aos 23 minutos Felipão mexeu na outra lateral, mas por Marcos Rocha estar amarelado; Mayke foi para o jogo.

Num ritmo mais cadenciado, o Palmeiras finalizou pela primeira vez na etapa final apenas aos 26 minutos, mas o chute de Bruno Henrique não levou perigo a Tiago Volpi. Para tentar organizar melhor ao time, aos 31 Scolari trocou Goulart por Lucas Lima.

As melhores chances de gol do Verdão, porém, surgiriam de bola parada: aos 35 minutos Dudu cobrou falta, Deyverson tentou ajeitar para Antônio Carlos, mas um zagueiro se antecipou ao camisa 25 e mandou para escanteio. Na cobrança do camisa 7, Bruno Henrique não conseguiu finalizar em cheio de canhota.

Nos últimos minutos do segundo tempo, contando os 3 de acréscimo, as duas equipes não conseguiram criar chances reais de gol. O empate deixa a disputa da vaga na final do estadual em aberto. Quem vencer no Allianz Parque leva.

Antes de reencontrar o São Paulo o Verdão visitará o San Lorenzo pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. O jogo será às 19h15 de terça-feira (02/04).

Notícias relacionadas:

- Notas de São Paulo 0 x 0 Palmeiras
- Ficha técnica de São Paulo 0 x 0 Palmeiras
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!