Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 13/06/2019 - 21:52h.
Objetivo alcançado: Verdão vence o Avaí e entra em férias tranquilo na liderança do Brasileirão
Time de Felipão joga para o gasto, faz 2 a 0 no lanterna com gols de Deyverson e Bruno Henrique, e chega a 25 pontos de 27 possíveis.

Com a mesma formação que derrotou o Athletico-PR na última rodada, o Palmeiras iniciou o jogo tomando um susto, pois logo aos 26 segundos o Avaí aproveitou um descuido do sistema defensivo alviverde para avançar do campo de defesa com Gegê, e finalizar da entrada da área com Caio Paulista, à direita de Weverton.

A resposta do Verdão, no entanto, não demorou. Aos 2 minutos Marcos Rocha cobrou lateral na área, Deyverson fez a casquinha, a defesa adversária não conseguiu afastar e a bola sobrou para Felipe Melo, desequilibrado, concluir fraco de cabeça, nas mãos do goleiro.

Mesmo com mais posse de bola, o time de Felipão não mostrava muita intensidade. A primeira chance clara de gol surgiu apenas aos 12 minutos, depois de tabela improvisada entre Zé Rafael e Deyverson que terminou com o camisa 8 chutando em cima de Vladimir. No contra-ataque Matheus Barbosa finalizou de longe, rasteiro, e exigiu defesa em dois tempos de Weverton.

Aos 17 minutos Diogo Barbosa cobrou muito bem uma falta da entrada da área, mas o goleiro foi buscar. No escanteio originado do lance anterior, Lucas Lima colocou na cabeça de Edu Dracena, que viu a bola tirar tinta da trave esquerda. O Avaí voltou a finalizar aos 25 com Igor Fernandes, mas desta sem perigo para o goleiro Palmeirense. Aos 27 minutos Diogo Barbosa fez boa jogada individual, foi à linha de fundo e cruzou para Dudu - do alto do seu 1,67m - escorar para fora.

À essa altura o Palmeiras já era muito superior e o gol parecia questão de tempo, tanto que saiu na sequência: aos 31 minutos Marcos Rocha lançou Deyverson, o atacante deu um toque de leve por cobertura, o suficiente para tirar do goleiro e do zagueiro. Os 31 mil torcedores presentes ao Allianz Parque comemoraram, mas o assistente assinalou impedimento, que não existiu. O VAR demorou inexplicáveis 3 minutos e meio para validar: 1 a 0.

A frente no placar, o Verdão voltou a diminuir a intensidade e manteve o controle do jogo até o intervalo. Pouco antes, aos 44 minutos, Deyverson fez outro gol, mas esse corretamente anulado por impedimento - estava um pé a frente do último defensor.

Na etapa final o Palmeiras voltou com a mesma postura do final do primeiro tempo, ou seja, administrando a vitória parcial. A tentativa de reação do lanterna Avaí era muito discreta. Aos 6 minutos Daniel Amorim arriscou de longe, fácil para Weverton.

O Verdão foi finalizar pela primeira apenas aos 11 minutos e de falta, numa cobrança de Bruno Henrique que morreu nas mãos de Vladimir. Aos 15 Lucas Lima cobrou escanteio e Edu Dracena foi no terceiro andar para escorar para fora, com perigo.

Aos 17 minutos outra tentativa do Avaí, novamente num arremate de longa distância que Weverton defendeu sem dificuldade. Bastou acelerar um pouco o ritmo, trocando passes de primeira, para o Palmeiras ampliar a vantagem: aos 20 minutos Dudu iniciou a jogada, tocou para Lucas Lima acionar Bruno Henrique, livre de marcação na entrada da área, bater com estilo no canto esquerdo do goleiro: 2 a 0.

Durante a comemoração Felipão promoveu a primeira alteração: Lucas Lima por Moisés. Aos 22 um susto: Marcos Rocha vacilou na marcação de Igor Fernandes, que cruzou buscando Daniel Amorim; o atacante dividiu com Weverton e a bola saiu em tiro de meta.

Tranquilo em campo, o Palmeiras quase fez o terceiro num lance de sorte aos 28 minutos: Marcos Rocha lançou Felipe Melo, que tentou um passe longo de cabeça para Deyverson, mas a bola ganhou efeito e quase encobriu Vladimir, que mandou para escanteio.

O Avaí teve sua melhor chance de gol aos 33 minutos, quando Lourenço cruzou para Daniel Amorim escorar com perigo, à direita de Weverton, mas o lance foi invalidado porque Lourenço estava impedido quando recebeu para cruzar. Aos 37 Scolari mandou Scarpa para o jogo no lugar de Dudu.

Com a vitória assegurada, aos 43 minutos Felipão promoveu a última alteração: Thiago Santos substituiu Bruno Henrique. Os 3 minutos de acréscimo foram protocolares. Com a 8ª vitória em 9 rodadas do Brasileirão, o Palmeiras vai a 25 pontos e mantém 5 de vantagem para o segundo colocado.

Agora o elenco terá 10 dias de folga. A reapresentação está marcada para 24/06, quando o Verdão começará a se preparar para o primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil contra o Internacional, em 10/07, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas:

- Notas de Palmeiras 2 x 0 Avaí
- Ficha técnica de Palmeiras 2 x 0 Avaí
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!