Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 18/07/2019 - 00:25h.
Notas de Internacional 1 (5) x (4) 0 Palmeiras
Weverton: 8,0
Fez boas defesas no jogo, evitando a eliminação ainda no tempo regulamentar. Nos pênaltis defendeu 1 e esteve próximo de pegar outras 2 cobranças.

Marcos Rocha: 4,5
Pelo terceiro jogo seguido foi mais útil cobrando lateral na área do que jogando futebol.

Luan: 4,5
Teve infelicidade no lance do gol, e no geral fez uma partida abaixo do que vem apresentando.

Gómez: 4,5
Outro que rendeu menos do que pode nos 90 minutos. Também cobrou mal sua penalidade.

Diogo Barbosa: 5,0
Partida ok ajudando a marcação, mas sumido no apoio.

Felipe Melo: 4,5
Deu muitos espaços ao D´Alessandro. E simulou o pênalti ao invés de seguir com a jogada.

Bruno Henrique: 5,0
Primeiro tempo bom. Cansou e sumiu no segundo.

Lucas Lima: 4,0
Outro jogo tático, tentando ocupar os espaços, mas com a bola no pé inexistiu.

Moisés: zero
Atuação assustadoramente ruim. Errou tudo. Para coroar, foi dele o pênalti perdido que selou a eliminação.

Dudu: 5,0
A melhor chance de gol no primeiro tempo saiu de seu pé esquerdo. Lomba fez bela defesa. No segundo tempo poderia ter chamado a responsabilidade, mas foi outro que sumiu.

Zé Rafael: 4,5
Esforço não faltou, e sim inspiração.

Willian: 5,0
Entrou cedo demais mas quase não foi acionado. Nos pênaltis, converteu.

Deyverson: zero
Ainda não voltou das férias. Novamente enterrou todos ataques que pareciam promissores.

Carlos Eduardo: 3,0
Perdeu o gol da classificação no último minuto. Não era difícil direcionar aquela bola...

Felipão: zero
O Palmeiras não fez um primeiro tempo ruim, mas o que era "aceitável" até então foi destruído pelo técnico no intervalo com a inexplicável entrada de Moisés como meia, posição que o próprio jogador já afirmou várias vezes que não se sente bem atuando. Felipão tinha Scarpa no banco e nem relacionou Raphael Veiga. Para piorar, errou as outras alterações também ao lançar mão de Willian muito rapidamente - nitidamente o camisa 29 não tem condição física para atuar mais do que 20 minutos, e por fim colocando Carlos Eduardo para resolver o jogo. Na noite de quarta-feira, 17 de julho de 2019, o Palmeiras foi "sabotado" pelo próprio treinador, que fez um trabalho inqualificável. Que não desande nos outros campeonatos. Custar uma eliminação na Copa do Brasil já é caro demais.
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!