Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 01/05/2011 - 18:20h.
Crime anunciado
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Como já era de se esperar, o jogo começou quente no Pacaembu, mas o árbitro desde cedo mostrou que apitaria a favor do Corinthians ao não marcar uma falta clara em Kleber na entrada da área, ao amarelar o camisa 30 com apenas 4 minutos e ao não aplicar o mesmo critério para os corintianos. Até soco na cara Kleber levou de Ralf, mas Paulo César de Oliveira ignorou.

Apesar de estar jogando contra 16 (11 do rival + 5 da arbitragem), o Verdão foi para cima do fraco time do Corinthians. Valdivia em duas oportunidades e Luan em outra, quase abriram o placar antes dos 15 minutos. Aos 23, notando a superioridade alviverde, Paulo César voltou a jogar a favor do adversário; Danilo deu um carrinho que acertou a bola, Liédson chegou solando e o expulso foi o Palmeirense.

Inconformado com a atuação de PC, Felipão bateu boca com Tite na beira do gramado; o que o árbitro fez? Expulsou apenas o técnico Palmeirense. A essa altura da partida o meia Valdivia já havia sentido uma lesão muscular na coxa esquerda, dando lugar a Leandro Amaro. Mesmo com 6 jogadores a mais em campo, o medíocre time do Corinthians não assustou Deola em nenhuma oportunidade. Antes do primeiro tempo acabar, o Palmeiras ainda perdeu Cicinho, que voltou a sentir dores na virilha. João Vítor entrou em seu lugar.

No segundo tempo, mesmo abalado emocionalmente, o Palmeiras voltou melhor, pressionando o rival. O gol acabou não demorando a sair. Aos 6 minutos Marcos Assunção cobrou escanteio, Leandro Amaro foi no terceiro andar e de cabeça abriu o placar: 1 a 0. Atrás no marcador, o Corinthians conseguiu o empate com um lance esporádico e polêmico (para variar); Jorge Henrique cobrou escanteio, Deola falhou e Willian cabeceou; Leandro Amaro tirou a bola antes dela balançar a rede, mas o assistente deu o gol: 1 a 1.

O gol do rival não abalou o Palmeiras. Aos 25 minutos Marcos Assunção cruzou para Luan finalizar de primeira; Julio César defendeu. No lance seguinte Márcio Araújo fez bela jogada individual e arriscou, por cima. Com a pontaria descalibrada e já cansado, o time de Felipão diminuiu o ritmo, mas também não tomou nenhum susto, pelo contrário, aos 38 Marcos Assunção cobrou falta e a bola resvalou no travessão.

Nos minutos finais os dois times apenas esperaram o apito final do árbitro, o que mandou a decisão da vaga na final do Paulistão ser decidida nos pênaltis. Para o Palmeiras Kleber, Assunção, Araújo, Luan e Thiago Heleno converteram, mas João Vítor não. Para o Corinthians Chicão, Willian, Fabio Santos, Castan, Morais e Ramires não desperdiçaram. Só faltou Paulo César bater. Final: Palmeiras 5 x 6 Corinthians.

Quinta-feira (05/05), às 19h30 em Curitiba, o Verdão faz o primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil contra o Coritiba, que não perde há 27 jogos. Cicinho e Valdivia, lesionados, dificilmente jogarão. Fica a pergunta: o jogo será decidido em campo?

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!