Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 09/08/2018 - 23:43h.
Borja marca 2, Palmeiras vence o Cerro e fica perto da vaga nas quartas de final da Libertadores
Com o camisa 9 decisivo, Verdão derrota a equipe paraguaia fora de casa e se aproxima da classificação.

Com o time que Felipão havia sinalizado na véspera da partida, ou seja, com Moisés, Hyoran e Borja de titulares, o Palmeiras iniciou o jogo num ritmo cadenciado, deixando a posse de bola com o Cerro, que por sua vez não conseguia passar pela forte marcação imposta pelo Verdão.

As primeiras investidas dos donos da casa foram em bolas paradas, mas nenhuma delas levou perigo à meta de Weverton. O Palmeiras só foi finalizar pela primeira vez aos 13 minutos, quando Moisés arriscou de longe, à esquerda do goleiro. Aos 28 Antônio Carlos cortou mal um cruzamento vindo da direita e a bola sobrou para Rojas bater por cima do travessão.

O jogo era fraco. Aos 30 minutos foi a vez de Dudu arriscar de muito longe, tentando surpreender o goleiro, que fez a defesa. Aos 40 Rojas também tentou a sorte num arremate de longa distância, e assim como o Palmeirense, não foi feliz. Para sorte do público presente ao estádio Nueva Olla, o árbitro deu apenas 1 minuto de acréscimo no primeiro tempo.

A etapa final começou com Dudu sofrendo uma falta pelo lado esquerdo do ataque; ele mesmo cobrou, a defesa afastou mal e a bola sobrou para Borja, que não desperdiçou: 1 a 0. Atrás no placar, o Cerro tentou uma reação imediata: aos 4 minutos Escobar recebeu cruzamento após cobrança de falta mas escorou nas mãos de Weverton.

A oportunidade criada pela equipe paraguaia, no entanto, foi isolada. Logo a partida voltou ao ritmo cadenciado do primeiro tempo, com o Palmeiras controlando o adversário e se arriscando apenas "na boa".

Após esfriar o ímpeto do Cerro, o Verdão passou a levar perigo em contra-ataques. Aos 24 minutos saiu a jogada perfeita: Weverton colocou Diogo Barbosa para correr, o lateral avançou o campo todo, tabelou com Borja e chutou forte para boa defesa de Antony; no rebote Moisés brigou pela bola e deu lindo passe para Borja fuzilar a meta do goleiro: 2 a 0.

Com o segundo gol Palmeirense o estádio praticamente emudeceu, mas o Cerro não se entregou. Aos 30 minutos Valdez ajeitou para Ruíz finalizar por cima. Aos 31 Felipão mexeu pela primeira vez: Hyoran deu lugar a Jean. Entre os minutos 35 e 37 a equipe paraguaia criou três boas oportunidades para descontar, na melhor delas, a segunda, Antônio Carlos desarmou Benítez no último instante antes da finalização cara a cara com Weverton.

Passado o sufoco, Scolari promoveu as últimas duas alterações a que tinha direito: Borja por Deyverson e Moisés por Thiago Santos. E com 4 volantes em campo o Palmeiras tratou de jogar para o mato toda bola que rondou a área de Weverton nos minutos finais e acréscimo.

A confortável vitória obtida no Paraguai permite ao Verdão perder até por 1 gols de diferença no jogo de volta - marcado para 30/08, para avançar às quartas de final da Libertadores.

Domingo (12/08) o Verdão recebe o Vasco, no Allianz Parque, pela penúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão. O jogo será disputado às 19h.

Notícias relacionadas:


- Notas de Cerro Porteño 0 x 2 Palmeiras
- Ficha técnica de Cerro Porteño 0 x 2 Palmeiras

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!