Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 09/03/2019 - 18:22h.
Com 1 jogador a mais por 40 minutos, Palmeiras só empata com o Mirassol fora de casa
Time de Felipão sai na frente com de pênalti de Gómez e sofre o empate quando já tinha 1 a mais. Resultado adia classificação.

Repetindo apenas Gustavo Gómez e Borja do time que enfrentou o Junior Barranquilla na quarta-feira, o Palmeiras iniciou o jogo melhor que o Mirassol, embora a primeira oportunidade de gol tenha sido dos donos da casa: aos 3 minutos a bola sobrou para Rodolfo bater à direita de Fernando Prass.

Principal novidade do Verdão, Zé Rafael apareceu bem aos 11 minutos, quando deu belo passe de calcanhar para Lucas Lima cruzar fechado demais e acertar o travessão. O goleiro chegou a resvalar na bola. Aos 14 minutos Lucas Lima deu ótimo passe para Borja, que chutou em cima de Matheus Aurélio, desperdiçando a melhor chance do primeiro tempo.

Aos 21 minutos Alex Ruan passou por Thiago Santos e chutou para fora. Aos 23 Moisés arriscou de longe e errou o alvo por muito. Debaixo de muito sol, o jogo só voltou a esquentar nos últimos 5 minutos da etapa inicial. Aos 40 Lucas Lima cobrou falta e viu a bola tirar tinta do ângulo esquerdo. O Mirassol respondeu aos 45 num contra-ataque que terminou com Rodolfo chutando à esquerda de Prass.

Sem alterações, o Palmeiras voltou para o segundo tempo encurralando o Mirassol em seu campo de defesa. Aos 4 minutos Lucas Lima enfiou para Borja, que foi atropelado pelo goleiro. Pênalti corretamente assinalado pelo árbitro e convertido com frieza por Gustavo Gómez: 1 a 0.

Pouco depois do gol a situação do Mirassol em tese ficaria mais complicada. Aos 7 minutos Zé Roberto cometeu falta dura em Diogo Barbosa e como já tinha cartão amarelo, foi expulso. Aos 9 minutos, no entanto, os donos da casa chegaram ao empate aproveitando um vacilo do sistema defensivo alviverde, em especial de Diogo Barbosa e Mayke. Carlão recebeu de Rodolfo e fez 1 a 1.

O Verdão tentou não se abater. Aos 16 minutos Mayke cruzou, Borja tentou de bicicleta e a bola sobrou para Lucas Lima chutar por cima do travessão. Aos 18 o camisa 20 cobrou escanteio, Edu Dracena ganhou da defesa mas escorou para fora.

Mostrando valentia, o Mirassol quase virou aos 20 minutos em cobrança de falta de Maílton, mas Prass estava atento e fez grande defesa. Em busca do gol que valeria a classificação antecipada, Felipão mexeu duas vezes em dois minutos: aos 22 trocou Thiago Santos por Raphael Veiga, e aos 24 Zé Rafael por Carlos Eduardo.

Com mais posse de bola, o Palmeiras trocava passes próximo à área do Mirassol, mas sem conseguir infiltrar. Chutes de média distância, que poderiam ser uma alternativa, não eram tentados. Diante desse panorama, aos 33 minutos Scolari mexeu pela última vez: Jean entrou na vaga de Felipe Pires.

Aos 37 Raphael Veiga pegou sobra de uma cobrança de escanteio e levantou na área para Edu Dracena, que escorou por cima. A última chance clara de gol demorou a sair. Apenas aos 46 minutos o time conseguiu trabalhar bem a bola; Moisés recebeu de Jean e enfiou para Carlos Eduardo fechar os olhos e chutar forte, cruzado, para fora.

O empate em Mirassol leva o Palmeiras a 19 pontos; a equipe segue na liderança isolada do Grupo B, mas adia a chance de antecipar a classificação para as quartas de final do estadual.

Agora o Verdão volta o foco novamente para a Libertadores, pois na terça-feira (dia 12, às 19h15) recebe o Melgar, do Peru, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas:

- Notas de Mirassol 1 x 1 Palmeiras
- Ficha técnica de Mirassol 1 x 1 Palmeiras

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
 
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!