V DE VINGANÇA ( 02/10/2017 )
 


Ninguém gosta de falar sobre derrotas. Falar delas é o mesmo que perder novamente.

Porém, nada é interminável. Quando a camisa é forte, o amanhã nos traz uma nova esperança.

Mas a camisa é o bastante? Os homens divergirem nas ideias colocando-se acima do todo, não é prejudicial?

Convido a torcida alviverde a assistir "V de Vingança (V For Vendetta)", longa metragem de 2005 e confirmar minhas palavras e as semelhanças entre a arte e a política palmeirense.

Não falarei sobre o filme, porque esse não é o objetivo, mas as linhas de um se encaixam perfeitamente no outro.

O "Chanceler Adam Sutler", líder do "Partido Fogo Nórdico" é facilmente encontrado nos bastidores esmeraldinos - autoritário, conservador e totalitário.

Viver no interior de uma "Sociedade" opressora não é fácil. Principalmente para aqueles que querem aspergir o mal, definitivamente. Para esses, que o "mundo periquito" há de eternizar, eu batizo de "V de Vingança".

"Os artistas [se utilizam] [da] mentira para revelar a verdade, enquanto os políticos [se utilizam] [da] mentira para escondê-la [definitivamente]". (V de Vingança - personagem)



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!