CALOR, COADJUVANTES E VITÓRIA NA BAGAGEM (22/01/2018)
 


"Roger" acertou ao manter o mesmo time. Investiu no entrosamento e na confiança. Afinal, a "Sociedade" deixou claro que para este ano não privilegiará campeonato algum.

Aliás, privilégios à parte, o que fizeram Sub-15, Sub-16 e Sub-18 foi digno de aplausos. Somente assim a bobagem imposta pela concorrência termina. Isso de "não tem Mundial" pode e deve ser utilizado em causa própria.

A falta de argumentos tem aumentado e o lugar comum tende a não fazer efeito. Coisas que o "Porco", um dia pejorativo, hoje é ferramenta da torcida.

Torcida que continua proporcionando momentos de rara beleza. Depois do público da estréia - mais de 31.600 pagantes - a "terra do café" recebeu a torcida alviverde, que muito contribuiu com o público pagante - mais de 18.100 pagantes -. Aguçou-me a curiosidade para o próximo jogo, frente o "Red Bull". Espero mais de 30.000 pagantes.

Tudo isso só será possível mediante a sequência dos bons resultados. Assim sendo, depois do show de "Lucas Lima" frente o "Santo André", a vez foi dos coadjuvantes.

"Antônio Carlos" foi insuperável nas bolas altas, mas "Willian" superou a todos. Solidário, dinâmico e assistente - "Borja" que o diga - o "Bigode" respondeu a todos aqueles que ainda desconfiam de suas qualidades.

Entusiasmado, eu permaneço. Porém nada me ilude. Espero que a maledicência alheia continue nos fomentando.



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!