O MECANISMO DE UM TIME CHAMADO PALMEIRAS (10/04/2019)
 


Não percam tempo com perguntas evasivas. Nove entre dez torcedores elegeriam "Guardiola" como comandante dos sonhos do time alviverde.

Por que esse personagem? Provavelmente porque nossa imagem está vinculada historicamente à técnica e ele é a figura que melhor sintetiza a arte dentro das quatro linhas.

Porém, "Guardiola" é inalcançável por vários fatores, entre eles o euro.

Quem poderia "Guardiolizar" a "SEP"? Quem? Não somos um laboratório voltado para o empirismo, muito menos estágio para principiantes - "Eduardo Batista" e "Roger" exemplificam aquilo que acabamos de falar.

Impasse? Sim. Afinal, a torcida extermina com todas as figuras frágeis que se candidatam ao cargo, independente do Presidente.

Perceberam como chegamos a "Scolari"? Menos centralizador e mais corporativo, ele personifica bem o que uma "Alemanha" arrasadora pode ensinar.

Pois bem, qualquer estratégia funcionará dependendo do material disponibilizado. Hoje, o que não falta à "Sociedade" é elenco.

Assim sendo, seja qual for o modus operandi, o time evoluirá, mesmo às custas de um sistema arcaico e de poucas variantes, em virtude da técnica apurada associada a um condicionamento físico acima da média - aliás, amigo "Feitosa" tua casa está caindo e teu calcanhar de Aquiles foi descoberto; esse time tem que correr mais -.

"Scolari" não é o fim, mas o meio para alcançá-lo mais à frente. Devemos, por enquanto observar o que é melhor para o momento. E o momento passa longe de demitir o "Bigode".



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!