CARTAS À MESA (03/01/2014)
 


Torcedor alviverde, este colunista deseja-lhe feliz ano novo e pede encarecidamente para que o fio de vossa esperança não se rompa.

Ao custo de uma estratégia que foge aos hábitos das diretorias de Palestra Itália, a Sociedade Esportiva Palmeiras busca no silencio o caminho ideal para a manufatura de um elenco competitivo e que exale o cheiro das equipes copeiras. Estaria eu acometido pela febre passional?

Talvez as figuras de Fernando no gol, Lúcio e Henrique na zaga e Eguren guarnecendo nossos interesses à frente da área esmeraldina permitam que possamos vislumbrar a experiência a serviço de uma causa muito maior do que pensamos. Afinal, estamos reconstruindo um clube glorioso e precisamos da experiência de alguns corajosos “condottieri”.

Contudo, não nos resumimos apenas ao amálgama defensivo. Entretanto, a cautela pede passagem e aguardamos ao lado de nossos leitores, ansiosos por notícias de cunho tangível.

Até onde apuramos, o elenco será versátil e tecnicamente melhor que o anterior. Claro que os negócios podem retroagir, mas a essa altura, com as cartas colocadas à mesa, parece-me que o retrocesso é improvável.

Só nos resta silenciar as cornetas, respeitosamente ouvir as vozes oficiais que fecharam os negócios e esperar que a sorte – afinal, ela acompanha os vitoriosos – sorria para nós.



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História.... Amizades ... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira e poesia perdidas.

Visite o nosso espaço eletrônico, "À LUZ DA CATEDRAL" -
www.catedraldeluz.blogspot.com


comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!