MÚSICA PARA A ALMA ALVIVERDE (28/02/2014)
 


A arte resiste, mesmo que o homem se incomode com ela.

A arte se impõe, mesmo que ela seja o alvo da caça.

A arte simplesmente dá seu recado e sorri abertamente. Ela nasceu, por exemplo, para executar passes, lançamentos e chutes ao gol. Chamar-lhe de “Mago” ou Valdívia - pouco importa - é mero detalhe; capricho de Deus.

Sim, voltamos a vencer - e não foi fácil esperar por essa vitória.  Mas quando nos preparamos para realizar aquilo que é próprio da simplicidade, tudo dá certo.

Valdívia é o “Mago” e tudo aquilo que parte de suas chuteiras é digno da eternidade. Parece que qualquer um pode tornar o impossível em factível, tamanha é a naturalidade de seus movimentos.

Valdívia é a própria frase esculpida pelo escritor inglês Aldous Leonard Huxley (1894 - 1963). Falou Huxley: “Depois do silêncio, o que mais se aproxima de expressar o inexprimível é a música.”




***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História.... Amizades ... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira e poesia perdidas.

Visite o nosso espaço eletrônico, "À LUZ DA CATEDRAL" -
www.catedraldeluz.blogspot.com


comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!