VAGNER LOVE, BOCHA, KARDEC E OS PORQUINHOS FAVORITOS (25/04/2014)
 
Prezado Palestrino,

A maioria dos Palmeirenses que se enquadram na faixa etária aproximada de 21 anos em diante lembra-se do atacante Vagner Love despontando como o principal jogador do Palmeiras de 2003, quando o clube disputou pela primeira vez a insuportável Série B e o seu retorno à Elite do Futebol Brasileiro em 2004, ano em que a sua eficiência e extrema facilidade de fazer gols o credenciava com inteira justiça como promessa concretizada para o time do Palmeiras e para o Futebol Brasileiro

Vagner Love, finalmente, preenchia a lacuna que antes fora preenchida por Mazzola, Vavá, César Maluco e Evair, jogadores que brilharam com a camisa do Verdão e que toda a Torcida Esmeraldina jamais se esqueceu.



Mesmo com as eliminações no Paulistão e Copa do Brasil, o Palmeiras iniciava o Campeonato Brasileiro de 2004 com um ótimo desempenho e nas vitórias convincentes contra Santos, São Paulo e Corinthians, a estrela de Vagner Love se impunha, atemorizava os adversários e propiciava o resgate do sentimento de prazer, orgulho e autoestima que o Torcedor Esmeraldino sempre foi digno de tê-los. Bastava conhecer um pouquinho de Futebol para prever o Palmeiras como um dos finalistas daquele Campeonato nacional.

Só que não.



Infelizmente a vocação para os prazeres da bocha e outras modalidades afins, vinculadas apenas às atividades sociais do clube, seduziram o então presidente da S.E. Palmeiras negociar Vagner Love ao futebol russo, por um preço muito inferior à sua qualidade e potencial preterindo a alternativa mais acertada que seria reajustar o seu salário almejado de aproximadamente R$ 80.000,00 à época e o Torcedor Alviverde teve que se contentar e se iludir com as boas, mas brevíssimas atuações do atacante Kahê e em seguida com as atuações desastrosas do ex-atacante em atividade Renaldo, cujo salário eram os mesmos R$ 80.000,00 reivindicados por Vagner Love.

Sabe-se lá como, o Palmeiras ainda terminou como 4º colocado, porém, passando em branco na conquista de títulos em 2004, o que nenhum torcedor Palestrino queria no 90º ano de aniversário do Clube.

Assim como nenhum torcedor Palestrino queria ver o Palmeiras novamente na Série B, fato que foi obrigado a engolir goela a baixo em 2013, um “Déjà vu” totalmente desnecessário para aquele que no século passado fora o grande Campeão.

Mas outro “Déjà vu” viria, esse sim muito bom, que amenizou um pouco o sofrimento do torcedor Palmeirense, quando Alan Kardec vestiu o Manto Verde Sagrado, não sentiu o seu peso e começou marcar um gol atrás do outro fazendo com que os Palestrinos se esquecessem rapidamente do “#Tamoxunto” Barcos e mais do que isso, preenchendo novamente a histórica lacuna de bons atacantes que vestiram o uniforme Esmeraldino.



Alan Kardec, de ótima índole, deseja permanecer no Palmeiras assim como almeja fazer História no Ano do seu Centenário.

Não só ele, mas todos nós Palmeirenses.

Também não queremos viver outro amargo “Déjà vu” da não renovação do atual Camisa 14 como em 2004 ocorreu com Vagner Love.

Tal atitude é de inteira responsabilidade do atual Presidente e os seus porquinhos favoritos, com todo o respeito, sem nenhuma intenção de “debochar” e/ou trocadilhar com os “prazeres da bocha”.



Para ser Presidente de um Clube da envergadura da S.E. Palmeiras, com os seus mais de 15 milhões de torcedores é preciso ter a postura de um Estadista, o que não é nenhum exagero considerando que a população da cobiçada Suécia soma em 9,4 milhões, conforme senso de 2011, país que detém o elevado Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,916, o SÉTIMO do Planeta.

Se o Brasil ainda está muito longe de alcançar o IDH sueco o Palmeiras tem a obrigação de recuperar o seu “Índice de Desenvolvimento Futebolístico (IDF)” que sempre o manteve no Topo ou muito Próximo dele.

A História não serve apenas para dela se viver, mas também para evitar que ERROS SE REPITAM como aquele DANTESCO ocorrido em 2004.

Fui.

Saudações Alviverdes!
Djalma Verdão[]


NOTA:
Todos têm o PLENO DIREITO de DISCORDAR INTEGRALMENTE dos textos desta coluna, mas NENHUM DIREITO em postar mensagens agressivas, provocativas e/ou com expressões de baixo calão, usar nomes falsos, identidades e e-mails de terceiros e/ou inexistentes (CRIME DE FALSA IDENTIDADE), preconceito social, homofobia, racismo, que ALÉM DE RASTREADAS, serão IDENTIFICADAS e DELETADAS pela Administração do Site PALMEIRAS TODO DIA.

comments powered by Disqus
 ACESSO RÁPIDO
 

 

 
 
 
ENQUETE
 
Untitled Document
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!