IL RETORNO DELLA CASA AZURRA (02/09/2016)
 


A responsabilidade de contar sobre disputas, guerreiros e heróis cabe aos menestréis, bares e bebidas.

Eles falam dos feridos e exilados - Prass e Alecsandro -, dos que preferem resistir ao cadafalso - Arouca - e daqueles que se mantém firmes e fortes. Afinal, "a dureza do prélio não tarda".

Em virtude das circunstâncias que fogem ao costume, alguns episódios se resolvem pelo erro. O efeito vira causa, pênalti. Guerreiros e heróis fazem a leitura correta. "Erik" passa, "Rafael" sofre a falta e a frieza de "Jean" domina a cena. Chamamos de "escrever certo por linhas sinuosas".

O aforismo insiste: "Não desperte o gigante!" Livre da disciplina tática adversária, a rapidez da troca de passes leva "Erik" a encontrar "Rafael" e este escolher um canto e decretar o destino do jogo.

Mas o Mundo precisa conhecer "Tchê Tchê". O "Pai da Matéria" diria "uma pra lá, dois pra cá"... e que gol!

Palestrinos, a "Sociedade" não é o fim da história, mas o começo do capítulo que teima desafiar as convenções.

***

"O Julgamento":

Melhor seria isentar-nos no episódio. Porém...

Somente no jogo a jogo avaliaremos lucros e perdas.

***

"Menino Jesus":

Provou que faz parte do "Mundo dos Diferenciados".

Mesmo que por "quinze minutos", eu contaria com ele, no próximo "7 de setembro".

***

Saudações alviverdes!



***

Voltaremos na segunda-feira, 05/09/16.

***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.


comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!