CARDIOLOGIA MAIS UM (24/10/2016)
 


Após anos de estrada venenosa, times limitados e incompetência administrativa, "Papai Do Céu" resolveu contemplar a coletividade esmeraldina com emoções acima do permissivo para cardíacos.

Responsabilizamos o nervosismo do time alviverde ao momento decisivo do campeonato, assim como o estado do gramado - vivo! - , que mais prejudica a "Sociedade" do que o adversário "franco atirador".

Contudo, conquistas deixam marcas, sinais que o "Poeta Maior" escreve estrada afora. Uma defesa aqui, um lançamento lá, um arremate acolá... Enfim, a sincronia dos fatos.

Talvez amanhã, depois ou nunca mais voltemos a falar em "Jaílson", mas hoje o tempo cunhou seu nome na história palestrina. Três defesas capitais e mais difíceis do que possamos imaginar fizeram dele o "homem do jogo". Fará falta na próxima rodada.

Mas se faltou a categoria das "grandes academias" à "Sociedade", sobrou vitalidade e entrega. "Moisés, por exemplo, quase desmaiou em campo - porém eu prefiro lembrá-lo pelo lançamento ao atacante Dudu ou pelo lateral cobrado e que originou o gol de Tchê Tchê.

Thiago conseguiu controlar melhor as investidas de "Diego Souza" e por meio tempo fez o torcedor trocar o violino pelo pandeiro. Coisas que entenderemos melhor somente ao final do campeonato.

Hoje preferimos o sabor da vitória à elegância do jogo que pode não levar ao título. Pois é! A vida nos ensinou a sermos felizes e sermos felizes sempre demandou dificuldade.

Comemore!



***

Voltaremos na quarta-feira, 26/10/16.

***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.


comments powered by Disqus
 ACESSO RÁPIDO
 

 

 
 
 
ENQUETE
 
Untitled Document
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!